}
12/02/2021

Manutenção preventiva do veículo garante segurança e economia

Manutenção preventiva do veículo garante segurança e economia
Cuidar do veículo evita quebra ou falhas repentinas, acidente, prejuízos e paradas inesperadas.

A frota circulante de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus só cresce e fica mais velha. Contabilizou 45,9 milhões de unidades em 2019, segundo levantamento anual do Sindipeças, acumulando alta de 2,5% ante o ano anterior. Também a idade média caminha a passos largos. Cresce desde 2014. Alcançou 9 anos e 8 meses em 2019 e em seis anos, de 2014 a 2019, o envelhecimento da frota em circulação aumentou 1 ano e 2 meses. “A falta de manutenção preventiva do veículo pode levar a diversos transtornos no trânsito. Além de paradas inesperadas, coloca em risco a segurança do veículo e aumento dos gastos na hora da reparação”, afirma Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata, acrescentando: 
“Uma peça comprometida pode afetar outros componentes, tornando o conserto mais caro”.
Silva explica que as peças contam com vida útil determinada e costumam apresentar indícios ao sofrerem desgaste. “Realizando a manutenção preventiva, com a substituição de componentes no tempo adequado, é possível impedir surpresas desagradáveis, como uma pane mecânica”, comenta o gerente, ressaltando ainda a questão da segurança no trânsito. “Mantendo o carro em boas condições de utilização evita-se riscos de acidentes no trânsito”.
 
Com relação à redução dos custos ao efetuar a manutenção preventiva, Silva lembra que um automóvel desregulado pode consumir mais combustível, bem como pode ocorrer maior desgaste de peças. Além disso, estudos indicam que a manutenção preventiva de um carro pode custar até 30% menos do que a corretiva.
 
A recomendação é consultar o manual do veículo e verificar o período em que as manutenções devem ocorrer e também contar com um mecânico de confiança para acompanhar o histórico do automóvel, assim pode auxiliar sobre cada particularidade. “Cada carro tem necessidades diferentes de acordo com sua utilização. Os veículos que trafegam por estradas de terra ou em más condições precisarão de revisões num tempo menor do que aqueles que circulam por vias onde as condições de rolamento são melhores”, ressalta. Silva também lembra que é fundamental cumprir os prazos da manutenção preventiva e contar com um mecânico de confiança para manter o veículo em bom estado e a segurança no trânsito, evitar acidentes e eliminar gastos excessivos com a reparação.
 
Sobre a Nakata Automotiva - Há mais de 65 anos, a Nakata Automotiva, fabricante de autopeças para o mercado de reposição para veículos leves, pesados e motocicletas, recentemente adquirida pela Fras-le, líder global em materiais de fricção e componentes para sistemas de freios pertencente às Empresas Randon, vem construindo sua história de sucesso no Brasil, com liderança em componentes de suspensão e amplo portfólio em direção, transmissão, freios e motopeças. Com pioneirismo, qualidade e compromisso com o mercado, a Nakata Automotiva se tornou reconhecida no aftermarket pela alta performance de seus produtos e elevado padrão de serviços.
 
A empresa atende o mercado nacional e exportação. Fazendo parte da Fras-le que fornece materiais de fricção originais para 95% das montadoras de veículos pesados e semipesados, além de ser líder no mercado de reposição e comercializar seus produtos em 120 países, a Nakata fortalece ainda mais a sua presença no mercado.
 

Mais informações:
Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
Majô Gonçalves – MTB 24.475
versocomunicacao@uol.com.br
Solange Suzigan
versocomunicacao1@uol.com.br
(11) 4102-2000 / 99905-7008
www.versoassessoriadeimprensa.com.br
https://www.facebook.com/verso.assessoria